5 dicas para diminuir o risco de fraude com pagamento por boletos

5 dicas para diminuir o risco de fraude com pagamento por boletos

Com a evolução das plataformas e integrações, existem funcionalidades e parcerias que podem diminuir o risco financeiro e jurídico que seu e-commerce pode correr.

Hoje vamos falar sobre Risco de Crédito – que é o possível não pagamento das compras feitas no seu site, além dos pagamentos fora das condições negociadas, como prazos e juros. Estas dicas vão te ensinar a se proteger contra este risco e assegurar a saúde financeira do seu negócio!

Vantagem ao lojista de oferecer pagamento por boletos

Investir em boleto bancário no e-commerce é importante, principalmente para atrair compradores sem cartão, mas também é fundamental oferecer mais de uma forma de pagamento. O boleto representa 15% do total de rendimentos no e-commerce, portanto a relevância é alta.

 

Para o lojista, além de receber esse dinheiro à vista, contribuindo para seu capital de giro, ainda é paga uma tarifa única para o documento, independente do valor total do boleto. Garantir os pagamentos, principalmente no prazo, é fundamental! Logo, sua plataforma deve enviar avisos ao cliente sobre o vencimento do boleto, evitando inadimplência.

 

Vamos às dicas para evitar fraudes e garantir então o pagamento:

 

1- Escolha uma boa plataforma

É crucial ter uma boa plataforma como suporte para sua operação. As soluções oferecidas por ela precisam dar suporte na gestão e acompanhamento do seu negócio, com dados sobre o e-commerce, navegação e clientes, controle de estoque e disponibilidade de diversas formas de pagamento.

 

O cliente deve sentir-se seguro dentro da sua loja. Boleto, cartões de crédito e débito online são as principais formas de pagamento disponíveis, mas existem outras opções como o PagSeguro ou Paypal que podem ser disponibilizadas.

A loja deve ser integrada com os principais gateways de pagamento, adquirentes ou intermediadores, bem como contar com as principais integrações antifraude e de segurança para garantir a saúde da sua operação e evitar golpes.

A  FBITS é solução do mercado para sua loja virtual com grandes operações crescer sem sofrer com instabilidades ou limitações.

2-  Reduza as possibilidades de fraudes

Certificados e protocolos de segurança de forma integrada, tais como:  Certificado digital SSL, blindagem de sites, e integração com ClearSale são mandatórios quando o assunto é segurança antifraude.

O SSL é obrigatório e faz criptografia dos dados fornecidos pelos clientes, dificultando, desse modo fraudes de dados. A blindagem  protege a loja contra invasões e outras ameaças de invasores. Isto dá segurança às informações dos clientes evitando o sequestro dos dados, por exemplo.

Específico para evitar fraudes de cartões, o ClearSale ajuda na identificação desses eventos. Outra questão importante é reivindicar senhas fortes no momento do cadastro de clientes, para manter seguras as informações dos cliente, no mínimo oito caracteres, mesclando letras ou números e símbolos.

Sempre consulte a documentação dos pedidos, verificando se o CPF do comprador é o mesmo do cadastro no seu site, pois este comportamento também pode evitar fraudes.

3 – Dê desconto

Já citamos as vantagens do boleto aos lojistas, o recebimento é à vista e com menores taxas. Logo, você tem margem para o oferecimento de reduções como 10% de desconto para quem comprar no boleto. Use isso a seu favor!

Invista nessa tática para garantir o pagamento dos boletos com antecedência e evitar inadimplência.

4 – Boletos Registrados

Até julho deste ano, a Nova Plataforma da Cobrança da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), fará com que todos os boletos circulando no país sejam registrados.

O que isso significa? Todos virão com as seguintes informações: CPF ou CNPJ do emissor, data de vencimento, valor, além do nome e número do CPF ou CNPJ do pagador. Estes dados ajudarão a evitar a emissão de boletos fraudados e a inadimplência.

O novo modelo também permite o pagamento dos documentos em qualquer instituição financeira ou canal de atendimento, como agência, internet e aplicativos de celular, mesmo depois de vencidos.

5 –  Gateway de pagamento e subadquirentes

É necessário escolher a melhor forma de integração de pagamento para sua loja. Pensando em boletos você deve se atentar para o Gateway de pagamento e subadquirentes.

O primeiro funciona como um canal de dados entre sua loja e a operadora. Logo, você precisará fechar contrato com bancos/bandeiras de cartão para utilizá-lo.  Com ele você também pode emitir boletos bancários e realizar TEF– transferência eletrônica de fundos, que são acordados diretamente e sempre ocorrem em ambiente seguro com dados criptografados.

Os subadquirentes são opções que oferecem solução completa da proteção dos dados à cobrança de taxas. Esse modelo tem o credenciamento com os adquirentes, o Gateway, o sistema antifraude e o modelo de cobrança por porcentagem em vendas já acoplados.

Cada opção tem questões envolvidas como: o cliente precisar ou não sair da sua loja para realizar os pagamentos, quantidade de cartões que a ferramenta suporta no mesmo cadastro e o porte da sua loja. Você precisa avaliar todas estas questões para a escolha da melhor opção para seu e-commerce.
Agora que você já entendeu como o boleto bancário funciona no e-commerce e teve boas notícias quanto à possibilidade de diminuir o risco de crédito em sua loja, não deixe de ler outros artigos sobre pagamentos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *